Por secretaria, 18 de Abril de 2019

Escola de Pesquisas e Estudos Maçônicos – EPEM é criada e implantada

 

                                                                                                                                                            

Por ATO N.º 20/2019-2021/GM, datado de 1.º de abril de 2019, foi criada pelo Sereníssimo Grão-Mestre Fernando Álvares Zamora a ESCOLA DE PESQUISAS E ESTUDOS MAÇÔNICOS – EPEM, com a finalidade de institucionalizar e promover a gestão do conhecimento, por meio de processo de educação permanente, visando ao fortalecimento da GRANDE LOJA MAÇÔNICA DO ESTADO DO ACRE - GLEAC e à valorização de seus recursos humanos.

A ESCOLA DE PESQUISAS E ESTUDOS MAÇÔNICOS – EPEM é um órgão acadêmico da maçonaria acreana e tem por finalidade, planejar, implantar consolidar e expandir sistema de educação maçônica, alinhando as diretrizes e os objetivos estratégicos definidos e ajustado às necessidades da GLEAC em suas diversas áreas.

A ESCOLA DE PESQUISAS E ESTUDOS MAÇÔNICOS – EPEM tem por missão, proporcionar aprendizagem continuada e educação maçônica para a qualificação e o desenvolvimento da excelência pessoal e profissional dos obreiros da Grande Loja Maçônica do Estado do Acre.

A criação da ESCOLA DE PESQUISAS E ESTUDOS MAÇÔNICOS – EPEM, está contido na Quinta CONSTITUIÇÃO DA GRANDE LOJA MAÇÔNICA DO ESTADO DO ACRE, em seus artigos 113, 114, 115, 116 e 117, CONSTITUIÇÃO esta promulgada em 9 de dezembro de 2017 pelo Sereníssimo Grão-Mestre Fernando Álvares Zamora e pelo Eminente Grão-Mestre AdjuntoValmiki Francisco da Silva.

O REGIMENTO INTERNO DA ESCOLA DE PESQUISAS E ESTUDOS MAÇÔNICOS – EPEM, aprovado pelo ATO N.º 20/2019-2021/GM, vem contribuir para consolidar a maçonaria acreana como centro de referência em educação maçônica, por meio do aprendizado contínuo, pesquisa e fortalecimento da cultura maçônica.

O MODELO PEDAGÓGICO da ESCOLA DE PESQUISAS E ESTUDOS MAÇÔNICOS – EPEM foi aprovado pelo Eminente Grão-Mestre Adjunto Higino Maia, e tem como papel “EDUCADOR: desenvolver e aplicar estratégias e ferramentas para a aprendizagem permanente e contínua”. Papel “INTEGRADOR: converter capacidades individuais em organizacionais e sociais, por meio da promoção e disseminação de conhecimentos e práticas”. Papel “INOVADOR: explorar diferentes maneiras de disseminar e compartilhar saberes para melhorar o desempenho social, ritualístico e beneficente assim como estimular a produção coletiva de conhecimento”. Papel “TRANSFORMADOR: contribuir por meio da educação para a realização de resultados sustentáveis que impactem de forma positiva no desenvolvimento dos trabalhos maçônicos”.

E pelo ATO N.º 21/2019-2021/GM, foi criado as comissões de “ESTUDOS, PESQUISAS E APOIO A GESTÃO DO CONHECIMENTO’, e “COMISSÃO DE GESTÃO, TECNOLOGIA E APOIO EDUCACIONAL”. Para compor a primeira comissão foram nomeados Anderson Santos Fernandes – M.’. M.’., e Arysson Lincoln Contato Garcia – M.’. M.’.. E para a segunda comissão foram nomeados Antonio Luciano de Oliveira Neto – M.’. I.’., e Glediston Azevedo Mesquita – M.’. M.’.. No mesmo ATO (N.º 20/2019-2021/GM) Alcides Marini Filho – M.’. M.’. foi nomeado Diretor Geral da ESCOLA DE PESQUISAS E ESTUDOS MAÇÔNICOS – EPEM.