Por secretaria, 27 de Maio de 2019

Sereníssimo Grão-Mestre Fernando Álvares Zamora prestigia despedida do Inspetor Litúrgico Luiz Saraiva

O Sereníssimo Grão-Mestre Fernando Álvares Zamora, e irmãos de diversos Graus Filosóficos, prestigiaram a Sessão Ritualística no Grau 4 na despedida do Inspetor Litúrgico Luiz Saraiva Correia, realizada no dia 23 de maio de 2019, no Augusto Templo da Loj.’. Simb.’. “Manoel Marinho Monte”, N.º 8, Oriente de Rio Branco.

            O evento maçônico marcou a despedida do Ilustre e Poderoso Irmão Luiz Saraiva Correia, 33º, no elevado cargo de Grande Inspetor Litúrgico da Região do Estado do Acre, e marcou ainda, a apresentação do novo Inspetor Litúrgico, Ilustre e Poderosos Irmão João Evangelista Caldas, 33º.

            A bela e inesquecível Sessão Ritualística de despedida ao Irmão Luiz Saraiva Correia foi bastante prestigiada pelo mundo maçônico acreano e muito bem conduzida pelo Ilustre Irmão Ianes de Araújo Nogueira, 33º, presidente do Consistório de Príncipes do Real Segredo “Doze de Novembro”, e urgentemente nomeado pelo Soberano Grande Comendador, ao cargo de Inspetor Litúrgico em Exercício no curto período de 20 a 23 de maio da Era Vigente.

            Durante os trabalhos, o Irmão Ianes de Araújo Nogueira leu o ATO N.º 353 – 2018/2023, emitido pelo Soberano Grande Comendador do Supremo Conselho do Grau 33 do Rito Escocês Antigo e Aceito da Maçonaria para a República Federativa do Brasil, Poderoso Irmão Jorge Luiz de Andrade Lins, 33º, datado de 24 de maio de 2019, que oficializou o pedido de exoneração feito pelo Inspetor Litúrgico Luiz Saraiva Correia, a partir do dia 20 do mesmo mês e ano. No mesmo ATO, o Soberano Grande Comendador agradeceu piamente o Inspetor Litúrgico deixante pelos relevantes serviços prestados na Inspetoria Litúrgica acreana.

            Dando prosseguimento a Sessão Ritualística, o Irmão Ianes de Araújo Nogueira, fez leitura do novo ATO, o de número 370, datado de 21 do mesmo mês e ano, oportunidade em que, nomeia interinamente, até a próxima reunião do Sacro Colégio, ou do Supremo Conselho, o novo Inspetor Litúrgico João Evangelista Caldas, 33º, cargo a ser exercido a partir do dia 23 daquele mês e ano.

            Feito os procedimentos iniciais ritualísticos, foi aberto a Ordem do Dia e dado início aos discursos. Dentre os Irmãos que usaram a palavra, discursou o Irmão Luiz Saraiva Correia Filho, 33º, que expressou seu real sentimento em ser maçom e de sua imensa felicidade em ser filho do Inspetor Litúrgico Luiz Saraiva Correia. Disse de seu convício e finalizou expressando alegria em estar presente naquele momento histórico em que todos homenageiam seu pai. Em seguida, falaram os Irmãos Plínio, e o Irmão Domingos Amaral, que juntos, prestaram grandes serviços à Inspetoria Litúrgica. Em seguida, falou o Inspetor Geral da Ordem Poderoso Irmão Pedro Longo, que falou sobre o evento e que todos estão comprometidos em ser maçom e seguir carreira nos Graus Filosóficos e incentivou a todos os Irmãos a seguirem carreira na Escada de Jacó. Em seguida, falou o Sereníssimo Grão-Mestre Fernando Álvares Zamora. De início, agradeceu ao Inspetor Litúrgico Luiz Saraiva Correia enquanto esteve no comando da Inspetoria Litúrgica e antes de finalizar sua fala, parabenizou os Irmãos Plínio, e o Irmão Domingos Amaral pelos relevantes serviços prestados à Inspetoria Litúrgica. Ao final de sua fala, deu boas vindas ao novo Inspetor Litúrgico João Evangelista Caldas, desejando na oportunidade, sucesso e mais sucesso na nova empreitada da vida maçônica do Irmão Evangelista.

            Após a fala do Sereníssimo Grão-Mestre Fernando Álvares Zamora, foi a vez de falar o Ilustre e Poderoso Irmão Luiz Saraiva Correia, o homenageado do dia. Em sua fala, o Inspetor Litúrgico que deixa o comando da Inspetoria Litúrgica acreana, fez um relato de sua trajetória desde quando era garoto em sua terra natal, o Ceará, passando pelas dificuldades enfrentadas da vida ao lado de sua família; falou longamente ainda de sua carreira advocatícia e de sua vida política e ainda, destacou sua longa carreira como maçom atuante na Maçonaria Acreana, desde quando sua iniciação até o exercício por duas vezes como Sereníssimo Grão-Mestre da Grande Loja Maçônica do Estado do Acre. Antes de concluir sua fala de despedida, o Irmão Luiz Saraiva Correia deixou registrado suas atividades como Inspetor Litúrgico e por fim, agradeceu ao Grande Arquiteto do Universo e a todos os Irmãos do imenso quadro de filiados da Grande Loja a missão lhe oferecida. Despediu-se o Past Inspetor Litúrgico com ares de estar com o dever cumprido e antes de receber uma salva de palmas por mais de três minutos, todos de pé, agradeceu mais uma vez a todos, e sentou-se depois da saraivada de palmas.

            Encerrando os discursos, o Irmão Ianes de Araújo Nogueira passou a palavra ao novo Inspetor Litúrgico João Evangelista Caldas, que de imediato, disse estar ciente da missão lhe confiada na Inspetoria Litúrgica acreana e antes de finalizar, parabenizou o Irmão Past Inspetor Litúrgico Luiz Saraiva Correia. O novo Inspetor Litúrgico conclamou a todos os Irmãos dos Graus Filosóficos a seguirem juntos nos estudos dos mistérios da Arte Real.

            Após esses procedimentos, deu-se encerramento da Sessão Ritualística dentro do roteiro previamente observado e por fim, o presidente do Consistório de Príncipes do Real Segredo “Doze de Novembro”, Ilustre e Poderoso Irmão Ianes de Araújo Nogueira convidou os presentes a se fazerem presentes no ágape oferecido em justa homenagem de despedida do Ilustre e Irmão Past Inspetor Litúrgico Luiz Saraiva Correia.

           

, que tem suas sessões ritualísticas sendo realizadas no Augusto Templo da “Augusta e Benemérita Loja Simbólica “Igualdade Acreana”, N.º 2, no Oriente de Rio Branco, Capital do Estado do Acre.

            A Sessão Ritualística de Aprendiz da “Obreiros da Paz” foi dirigida pelo Venerável Mestre Erick Pinheiro Caniso, oportunidade em que todos assistiram a apresentação da primeira peça maçônica dos novos Aprendizes e trolhamento. Os Aprendizes Ruberval Magalhães de Siqueira, Remullo César Pereira de Carvalho Diniz, e André Ferreira da Silva apresentaram respectivamente seus trabalhos intitulados “A Palavra Sagrada no Grau de Aprendiz”, “A Apresentação do Aprendiz Maçom”, e “A Régua de 24 Polegadas”; ao final de cada apresentação”, os Aprendizes foram amplamente aplaudidos. Já o Trolhamento, os Aprendizes Maçom foram firmes e felizes em suas respostas.

            O Sereníssimo Grão-Mestre Fernando Álvares Zamora em sua fala, expressou sua rotina de visita às Lojas Maçônicas jurisdicionadas à Grande Loja Maçônica do Estado do Acre, sempre acompanhado de membros do Alto Corpo da GLEAC. Disse ainda que os três Aprendizes acima citados estão de parabéns pelos trabalhos apresentados e pelo trolhamento e ao final, falou ainda um pouco do que vem ser Maçonaria em nossas vidas, tanto no mundo profano quanto em nossa convivência mútua dentro da Ordem.

            O Sereníssimo Grão-Mestre antecipou ainda que haverá mudança na Inspetoria Litúrgica e que, em breve, o Supremo Conselho do Grau 33 do Rito Escocês Antigo e Aceito expedirá decreto de nomeação do novo Inspetor Litúrgico e que sua posse será breve e que todos os Irmãos que estão nos Graus Filosóficos já estão convidados à se fazerem parte na solenidade ritualística de posse na Inspetoria Litúrgica e a Maçonaria acreana. Disse ainda que o novo Inspetor Litúrgico João Evangelista Caldas só irá fortalecer a nossa Inspetoria. Quanto ao Inspetor Litúrgico Luis Saraiva que deixa o Alto Cargo, Fernando Álvares Zamora disse que foi muito bom e muito bem organizado a Inspetoria Litúrgica.

            Compôs o Trono da Loja “Obreiros da Paz”, além do Venerável Erick Caniso, o Sereníssimo Grão-Mestre Fernando Álvares Zamora, e o futuro Inspetor Litúrgico, João Evangelista Caldas.

            Ao final da Sessão de Aprendiz, o Venerável Mestre Erick Caniso agradeceu a honrosa visita do Sereníssimo Grão Mestre, do novo Inspetor Litúrgico, membros do Alto Corpo da Grande Loja e ainda, agradeceu a presença de todos os Obreiros da Loja Maçônica sob sua Venerança, encerrando os trabalhos do dia dentro da ritualística.